Concessionária estuda como carros elétricos podem ajudar a energia na rede

31.05.21 09:00 Comentário(s) Por Diego Freire

A Califórnia tem mais carros elétricos do que qualquer outro estado americano, e uma concessionária de energia local quer colocá-los para trabalhar na rede.


A Southern California Edison (SCE) planeja lançar um projeto de demonstração para a tecnologia "vehicle to grid" ou "V2G", no qual os veículos carregam e descarregam energia na rede.


Mais de 200.000 carros elétricos estão atualmente na estrada na área de serviço da SCE, e 700.000 em todo o estado da Califórnia, disse um comunicado de imprensa da concessionária. Um carro com uma bateria de 100 kWh — o pacote de tamanho usado no Tesla Model S e no Model X — poderia alimentar uma casa média da Califórnia por quase uma semana, de acordo com a SCE.


Espera-se que o número de carros elétricos cresça significativamente. Para que a Califórnia cumpra sua meta de se tornar neutra em carbono até 2045, a SCE disse que precisa de 75% dos veículos no estado para serem elétricos até lá.


O projeto de demonstração visa avaliar se a V2G poderia baixar as contas de energia elétrica dos clientes em troca da energia fornecida de seus carros enquanto estava conectada à rede. O projeto também analisará a padronização dos equipamentos necessários para conectar carros à rede.


A SCE planeja usar uma mistura de carros de passeio e ônibus. Os carros de passeio serão cobrados tanto em locais de trabalho quanto em condições laboratoriais, informou a concessionária.

ESTUDOS DE V2G

A instituição californiana ainda não determinou marcas ou modelos específicos, mas está em discussões com duas montadoras de automóveis, uma fabricante de ônibus de trânsito e um fabricante de ônibus escolares.


Vários estudos sugerem que os carros elétricos poderiam ter um efeito estabilizador na rede, fazendo uso do excesso de capacidade de geração durante períodos de baixa demanda, e descarregando eletricidade armazenada durante períodos de alta demanda.


Em 2017, outra concessionária da Califórnia — Pacific Gas & Electric — fez uma parceria com a BMW em um estudo V2G. Mostrou que os carros foram capazes de ajudar o grid durante o pico de uso.


O V2G requer que os carros elétricos sejam capazes de carregamento bidirecional. O primeiro dispositivo disponível privadamente para este provavelmente será o Wallbox Quasar, programado para ser lançado para o Nissan Leaf ainda este ano. No entanto, o Quasar não será usado no próximo projeto de demonstração, disse o porta-voz da SCE.


Com Wallbox e Enel X (ex-MotorWerks) agora entre as empresas que constroem hardware, utilitários, reguladores e montadoras preocupadas com garantias podem, esperançosamente, acelerar a tecnologia para onde ela pode fazer algum bem.
Compartilhar -