O QUE CONSIDERAR ANTES DE COMPRAR UM CARRO ELÉTRICO

Escolher um veículo elétrico não é uma tarefa simples para as pessoas, e para fazer a escolha certa leva-se um certo tempo, já que é fundamental fazer uma pesquisa de modelos e tipos antes de adquiri-lo. 


Deve-se levar algumas considerações tais como hábito de uso, espaço suficiente para você ou toda sua família, recursos que vem com o veículo e se ele cabe no seu bolso. Cuidados normais que são tomados antes de comprar qualquer veículo, independe de ser elétrico ou não. 


Abaixo listamos os principais pontos, mas não únicos, para você pensar antes de comprar o seu primeiro veículo elétrico:

​​​O VEÍCULO ELÉTRICO ATENDE MINHAS NECESSIDADES?

Tenha certeza se o espaço do carro é suficiente para fazer aquela viagem familiar no final de semana junto com o carrinho para bebê, ou talvez se é possível levar equipamentos esportivos, caso a ideia for aproveitar a natureza praticando esportes. Pode ser que os hábitos sejam utilizar o carro apenas em meio urbano, indo e voltando do trabalho. Tudo isso conta na escolha.

Escolha um modelo de carro elétrico que esteja com um valor próximo ao seu orçamento e que venha com recursos que você deseja: ar condicionado, sistema multimídia etc. Além disso, não esqueça de fazer um teste drive para verificar o conforto, facilidade no uso e se é agradável. 

Deve-se considerar primeiramente o estilo de vida e depois considerar se o veículo elétrico seria uma escolha prática. Para muitos, a escolha continua sendo “sim”.

​​​A AUTONOMIA É SUFICIENTE?

Uma das principais considerações que a pessoas tem ao comprar um veículo elétrico é a distância que o carro consegue percorrer antes da energia armazenada na bateria acabe e seja preciso realizar uma recarga. Embora a quantidade esteja aumentando continuamente, ainda é pouco comum encontrarmos diversas estações de recarga, então seria complicado fazer longas viagens com um carro elétrico. 

Desde 2018, diversos postos de recarga vêm sendo instalados em rodovias, como a BR-277 no Paraná, que corta o estado de lesta a oeste, e a Rodovia Presidente Dutra, que liga as capitais de São Paulo e Rio de Janeiro. Iniciativas que tem como objetivo incentivar o uso de energias alternativas e sustentável.

Mesmo que a autonomia dos veículos elétricos já seja maior que de tempos atrás é importante que você conheça os hábitos de uso e tenha certeza de que a autonomia daquele modelo seja, pelo menos, suficiente para uso diário e para atividades no final de semana.

Para uso urbano, por exemplo, onde a distância percorrida é geralmente menor que a autonomia do veículo, o uso do carro elétrico se torna mais funcional, já que é possível encontrar diversos estabelecimentos como supermercados, shoppings e estacionamentos que possuem pontos de recarga.

Outro fator importante é ter o conhecimento que como estamos em um país tropical e o verão pode atingir altas temperaturas, a autonomia do veículo pode variar com o uso do ar condicionado.

Existem outros fatores que podem influenciar a autonomia de um veículo elétrico e você pode encontrá-lo aqui – Autonomia de um veículo elétrico. 

​COMO FAREI A RECARGA DO CARRO ELÉTRICO?

Além da possibilidade de fazer a recarga do seu veículo em sua casa com a instalação de um equipamento próprio para isso – que garante alta eficiência e segurança – está cada vez mais comum encontrarmos carregadores disponíveis em shoppings, supermercados, restaurantes e outros negócios. 

Já existe uma regulamentação que permite a comercialização da energia para este fim, embora atualmente a maior parte destes estabelecimentos ofereçam a recarga sem nenhum custo ao dono do veículo. Você recarrega o carro enquanto realiza compras, almoça com a família ou até mesmo deixa seu carro em um estacionamento. 

Vale destacar também que todo veículo elétrico vem com um carregador portátil que pode ser utilizado em casos de emergência em uma tomada comum, além de pontos públicos, que devem ser instalados nas ruas pelos órgãos públicos responsáveis, ao longo dos próximos anos pelo Brasil.

Ainda é mais conveniente e mais barato recarregar a bateria do veículo elétrico em casa, por conta da facilidade e comodidade. Apesar de você conseguir simplesmente colocar o cabo do carregador portátil em uma tomada específica e carregar, o que pode levar até 24 horas para realizar a recarga completa, a melhor e mais segura opção tanto para o veículo elétrico, quanto para a instalação elétrica da residência é adquirir um carregador de carro elétrico com as proteções necessárias para garantir total segurança e recarregar o carro em poucas horas.

Se você mora em condomínio, alguns condomínios estão separando um espaço exclusivamente para recarregar o carro, no qual a cobrança é feita diretamente para o proprietário, e diversos novos empreendimentos residenciais estão incluindo pontos para recarga de veículo elétrico em seus projetos.

Para a conta de energia elétrica não aumentar devido a recarga do carro elétrica, alguns proprietários optam por utilizar a energia solar fotovoltaica em sua residência. Este tipo de solução vem ganhando maior número de adeptos, pois a cadeia de produção e consumo de energia se torna toda limpa e sustentável.

​HÁ ESTAÇÕES DE RECARGA PÚBLICAS PRÓXIMO DE ONDE EU TRABALHO OU FAÇO COMPRAS?

Mesmo que você pretenda adquirir um veículo elétrico com uma boa autonomia, terão dias em que você queira usar um pouco mais que o normal. Atualmente, a maior parte dos pontos de recarga estão localizados em estabelecimentos privados e são de uso gratuito durante a permanência naquele local. 

Em diversos países do mundo, onde o mercado de veículos elétricos está mais à frente do que no Brasil, é comum encontrar vagas públicas nas ruas dedicadas exclusivamente para recarga de veículos elétricos enquanto estacionados. Assim, é esperado que nos próximos anos além dos pontos privados, cada vez mais existam locais públicos para recarga nas cidades brasileiras. 

Hoje é possível encontrar opções de aplicativos específicos que mostram locais que possuem espaço reservado exclusivamente para este tipo de abastecimento e informações do tipo de carregador e até mesmo se está sendo utilizado. Uma alternativa seria utilizar o mapa que vem integrado no celular.

​PREÇO

Os veículos elétricos são uma ótima alternativa ambientalmente, mas são não baratos. O Chevrolet Bolt, por exemplo, um carro compacto e linha de entrada para os modelos elétricos pode chegar até R$175.000,00. Os modelos mais de luxuosos como o Jaguar I-Pace pode custar cerca de R$500.000,00. Uma grande diferença de valor se comparado com um carro do mesmo tamanho e motor a combustão.

A boa notícia é que mesmo estes carros tenham um alto valor de mercado, manter um veículo elétrico já é economicamente mais barato que um carro a combustão. O motor elétrico possui menor quantidade de peças móveis se comparado a um motor a combustão, e isso torna-se vantajoso no que se refere a manutenção do motor, troca de óleo etc. O preço para “encher” o tanque do carro elétrico é mais barato, já que o valor da energia elétrica é menor que o combustível fóssil, e vale lembrar que existem os incentivos fiscais para quem possui um veículo elétrico.

Além disso, com toda a inovação, a tendência é que os preços sigam caindo e que este movimento aconteça alinhado com o aumento da infraestrutura para VE’s, por exemplo, e até mesmo com o aumento da concorrência.

​CAPACIDADE DA BATERIA

Comparando a autonomia de um SUV e um carro compacto, ambas com a mesma capacidade de armazenamento de energia, a bateria do SUV acabaria mais rápido. Isso se deve por conta de diversos fatores como potência do motor elétrico, velocidade, peso do carro, recursos elétricos que o veículo utiliza (tela, ar condicionado, aquecedor etc.). A capacidade da bateria está muito ligada às necessidades e ao tipo de hábito uso. 

Esteja ciente do tipo de veículo e da capacidade que a bateria tem para armazenar a energia. Dependendo do carro e das funcionalidades que ele possui, o consumo da energia poderá ser maior do que se espera, influenciando também na autonomia dele. 

Além disso, deve-se levar em consideração o tipo de carregador a ser utilizado para recarga, pois dependendo do tipo, o tempo para recarregar a bateria pode ser maior ou menor. O carregador portátil, por exemplo, pode levar até 24 horas para carregar um veículo elétrico, enquanto carregadores específicos de alta potência pode realizar a recarga em 4 horas.

O Renault Zoe, por exemplo, possui bateria com capacidade de 41 kWh e uma autonomia para rodar até 255 km. Com um carregador veicular de 11kW, seria necessárias cerca de 4 horas para carregar totalmente a bateria.

​QUAL TIPO DE TOMADA O CARRO POSSUI?

Existem alguns tipos de tomadas para carregar o veículo elétrico. A montadora Tesla, por exemplo, possui um padrão específico apenas para os carros da marca. Em contrapartida, os japoneses e alemães, principais fabricantes de veículos elétricos, possuem um padrão cada e atualmente são mais utilizados. 

As montadoras japonesas e americanas utilizam o padrão de tomada Tipo 1, enquanto a europeia utiliza o Tipo 2.  Elas possuem diferentes padrões de conectores e protocolos de comunicação, e isso significa que um carro elétrico com a tomada padrão Tipo 1 não conseguirá ser recarregado com a tomada Tipo 2.

Algumas estações de recarga possuem cabo e padrões fixos, enquanto outros permitem usar um cabo com a sua própria tomada. Mesmo que no Brasil o tipo de tomada mais comum seja o Tipo 2, ainda há muitos carros sendo vendidos com outros padrões. De qualquer forma, para evitar este tipo de dúvida quanto qual padrão o local terá, possuir um adaptador é uma solução ideal para garantia de recarga em qualquer local.

​CAPACIDADE DE RECARGA E ESCOLHA DO CARREGADOR

O tempo que um veículo elétrico leva para carregar varia, geralmente, entre 1 e 12 horas. Cada carro possui uma capacidade de recarga e isso influencia no tempo de recarga do veículo.

Os carregadores também possuem uma capacidade máxima, variando entre 3,7 kW e 22kW em corrente alternada. 

Um carro com a potência de 22kW utilizando um carregador de 22kW irá carregar em 22kW no total. Em um cenário que o veículo ou carregador tenha potência de 7kW, a recarga será limitada pela menor potência, neste caso, o carro irá recarregar em 7kW.

Em relação ao tempo de recarga, um veículo com capacidade da bateria de 40 kWh, por exemplo, carregando em 22kW levará cerca de 2 horas para completar a bateria. Na situação de carregar em 7kW, o tempo aumenta para quase 6 horas. Esse não é um fator determinante, já que o carro poderia ficar conectado cerca de 12 horas todos os dias ao longo da noite e no outro dia a bateria estaria carregada.

Existem também os carregadores de carga rápida, comumente encontrados em rodovias. Eles fazem a recarga em corrente contínua e levam menos tempo que os carregadores residenciais e comerciais. Cerca de apenas 30 minutos dependendo da capacidade da bateria do carro elétrico.

Dessa forma, antes de adquirir um carregador de veículo elétrico, recomenda-se consultar o fabricante do carro para saber qual a potência máxima de carregamento. Assim você consegue escolher o carregador que melhor se adequa ao seu veículo.

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS: