Soluções de carregamento móvel podem ajudar a combater a dúvida de autonomia para carro elétrico

20.08.20 16:48 Comentário(s) Por Bruno

Será que os motoristas de veículos elétricos serão capazes de encontrar uma maneira de carregar a bateria quando seu dia ou sua rota não saírem conforme o planejado?


É uma preocupação comum para aqueles que são novos no mundo dos carros elétricos, e uma questão importante que pode ter um efeito negativo na adoção da tecnologia e na visão do público em relação aos carros elétricos. E na verdade, é a nova face da ansiedade de alcance ("range anxiety") — orientada mais em torno de uma falha de infraestrutura, do que do carro, o que não é verdade. Embora possa haver infraestrutura adequada quando tudo estiver funcionando, é sempre bom ter um plano de emergência para ajudar a resolver a situação quando tudo não estiver conforme o esperado.


Tanto a SparkCharge quanto a FreeWire, duas empresas norte americanas, tiveram boas ideias de "plano de emergência" para carregamento móvel baseado em bateria. Eles relataram recentemente que receberam novos aumentos de financiamento para expandir a solução.


A FreeWire Technologies, especializada em carregadores rápidos móveis, levantou recentemente mais US$ 25 milhões em uma rodada liderada pela BP Ventures, ABB Technology Ventures e Energy Innovation Capital. A Volvo investiu na FreeWire em 2018, e no início de 2020 atraiu um investimento de US$ 5 milhões da BP.
Eletroposto para Carro Elétrico - FreeWire
Os esforços do FreeWire cresceram inicialmente em torno do carregador Mobi EV — um carregador sobre rodas de nível 2 — além do Boost Charger, uma unidade de recarga rápida em corrente contínua (CC), que emprega um "reserva" de bateria para trabalhar com a infraestrutura existente e custa 40% menos para instalar do que os carregadores rápidos típicos.


Também tem a unidade Mobi Gen que foi projetada para substituir completamente geradores a diesel em canteiros de obras e eventos.


Como a FreeWire apontou, suas soluções visam ajudar a superar inadequações na infraestrutura e ser de ação rápida e econômica.
Outra empresa, a SparkCharge, está olhando para uma solução que tem uma ordem de magnitude menor, mas poderia ser tão transformadora quanto. Fechou com US$ 3,3 milhões em financiamento seletivo liderado pela Point Judith Capital. Isso leva o total a US$ 5 milhões desde o início da startup em 2017.

O sistema modular de carregamento rápido da SparkCharge incorpora um módulo de bateria com 3,5 quilowatts-hora (3,2 kWh utilizáveis) de células cilíndricas. Esses módulos podem ser empilhados para mais capacidade, e o sistema é capaz de fornecer até 20 kW de potência contínua, permitindo uma corrente máxima de 40 amperes e uma tensão máxima de 500 V. Em linhas gerais, a empresa diz que seu hardware pode fornecer uma milha (aproximadamente 1,6 km) por minuto de carregamento.

A nova rodada de financiamento dará à SparkCharge meios para ampliar a fabricação do sistema modular e expandir o desenvolvimento.
Carregador de Carro Elétrico Móvel - SparkCharge
A SparkCharge vê crescimento na parceria com várias empresas — e talvez montadoras — para combater a falta de autonomia do carro elétrico, tendo um plano de backup conveniente, em uma forma modular, razoavelmente leve e facilmente transportada.


A empresa já deu entrevistas dizendo que vê soluções para a tecnologia em assistência na estrada, serviços de concierge ou de uma forma não muito diferente de uma entrega de pizza, onde através de um aplicativo você pode pedir a solução em um horário e local específicos para dar a carga que você precisa no veículo — enquanto o proprietário aproveita o tempo para resolver outra coisas , por exemplo.
A Rivian é uma fabricante de veículos elétricos que atualmente trabalha em sua própria solução de bateria auxiliar proprietária para seus caminhões elétricos off-road — tenha em mente a imagem de latas de gasolina amarradas a veículos de aventura.


A remoção das barreiras para a propriedade do veículo elétrico é definitivamente parte da razão pela qual ambas as soluções existem. Remover a “range anxiety” em torno do que aconteceria, pode trazer um grande valor aos novos usuários e até mesmo para aqueles que já fazem parte do clube de VE.
Compartilhar -